h1

Ginástica íntima, já fez a sua hoje???

2 de Novembro de 2010

Você já fez sua ginástica íntima hoje? Essa pergunta pode soar um pouco estranha para a maioria das pessoas, principalmente para aquelas que não conhecem o pompoarismo nem seus benefícios. Mas, acredite: essa técnica pode melhorar a vida sexual do casal e até a saúde feminina. “O ato de enrijecer os músculos vaginais ajuda a controlar problemas como a incontinência urinária. Além disso, com pouco tempo de exercícios e muita dedicação, é possível notar resultados, inclusive observados pelo próprio parceiro”, explica Regina Racco, especialista e autora de diversos livros sobre o tema.

Segundo o dicionário “Michaelis”, a definição de pompoar é: “Contração voluntária dos músculos circunvaginais, a fim de induzir sensações eróticas no pênis, durante o ato sexual. Tal prática prolonga e intensifica o prazer sexual.” As pompoaristas, portanto, relatam que podem ter orgasmos intensos e proporcionar ao parceiro sensações até então desconhecidas por meio da massagem que a vagina faz no pênis. Mas não é só. Aprovado por sexólogos e fisioterapeutas, o pompoarismo pode trazer outros benefícios, como explica Racco: “As contrações, quando bem realizadas e devidamente repetidas, fortalecem a região pélvica e aumentam a disposição e o bem-estar”.

Para a contadora L.G., 50 anos, de São Paulo, a ginástica íntima mudou sua vida. “Conheci a técnica em um curso e desde então não parei mais. Uma das vantagens é que sentimos diferença já na segunda semana de exercícios. E meu companheiro também elogiou os resultados”, conta a aluna. A paulistana afirma ainda que, com a prática constante de exercícios, houve melhora da incontinência urinária e, é claro, uma injeção de autoestima. A história A arte de treinar os músculos pélvicos é milenar. Em escritos antigos de países do Oriente, como China, Índia, Japão, e dos povos árabes, é possível notar dados sobre a ginástica. O pompoarismo foi se desenvolvendo ao longo da história e, no início do século passado, prostitutas tailandesas utilizavam-se da técnica para satisfazer seus clientes. Foram elas que começaram a usar a ginástica para o exibicionismo, e, até hoje, os shows em que mulheres atiram objetos usando as contrações pélvicas fazem sucesso em boates da região, a exemplo do filme australiano “Priscilla – A Rainha do Deserto”. O cinema, aliás, retratou esse tema em outras películas, como o documentário chinês “Os Últimos Tabus”, em que uma mulher “fuma” pela vagina, e o filme japonês “O Império dos Sentidos”, que mostra uma mulher introduzindo um ovo cozido – depois é expelido e ingerido pelo amante.

3 comentários

  1. Olá Renata,
    Parabéns pelo seu trabalho.
    O pompoarismo precisa ser tratado por pessoas como voce. As mulheres brasileiras ainda sofrem muito com a imposição do sentimento de culpa em relação ao sexo. Melhorou, é claro, mas ainda temos muito a conquistar e o melhor caminho para isso é a informação.
    Sou fisioterapeuta e já dei workshops de pompoarismo aplicado à Fisioterapia. O trabalho consciente e o treinamento da musculatura do Assoalho Pélvico traz inúmeros benefícios para a saúde da mulher, até do ponto de vista ortopédico, com auxilia no parto natural. Enfim porque não trabalhar de forma lúdica não é?
    Abraços.
    Abraços


    • Obrigada e continue prestigiando meu site! bjs!


  2. Já li muita coisa a respeito disso, mas está ai algo que eu não lembraria (e não lembro) de fazer, rs, rs.
    ursulaferraricoach.wordpress.com



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: