h1

Você é expert em paquera?

14 de Junho de 2010

Sabia que a paquera virou uma “ciência”? Sim. Workshops lotam salas de convenções pelo Brasil com pessoas que querem aprender a se comunicar com o sexo oposto de maneira mais certeira. Alguns dos treinamentos inclusive são utilizados em empresas para incrementar a área de vendas, com dicas e explicações de como ser mais assertivo e receber uma resposta positiva da pessoa à frente. “Muitas das técnicas que utilizamos ao abordar alguém pela primeira vez em um encontro pessoal podem ser modificadas para que haja outro objetivo, desta vez profissional, que resulte no mesmo resultado: agradar à outra pessoa que te ouve”, explica o personal de paquera Daniel Madeira.

Um grande medidor que lhe diz como você está na paquera é o IDI – indicador de interesse. Na verdade, existe uma porção deles. “Quando uma pessoa diz ou faz alguma coisa que indica que ela está interessada em outra (seja de forma romântica ou não), cria-se um IDI. Os exemplos incluem frases como “Gosto de você” ou perguntas como “De onde você é?” ou “Qual é o seu nome?”, ou ações não verbais como tocar ou inclinar-se na direção de alguém”, explica Daniel.

Os IDI’s começam a aparecer assim que atração se instalou na mulher ou homem e é necessário estar atento (a) ao feedback desses sinais para que a paquera seja considerada atuante. Para o terapeuta e escritor Sergio Savian, a paquera deve ser vista caso a caso. “Precisamos é de bom senso para analisar cada situação e agir com inteligência em cada circunstância. Se o homem for tímido, por exemplo, vale a mulher tomar as rédeas da abordagem. Porém, se ela se comportar com a mesma agressividade de um homem machista, com certeza vai assustá-lo”, fala. Sérgio oferece cursos e presta consultoria em relacionamentos e já publicou mais de 10 livros sobre o assunto, entre eles, “Paquera: brincadeira de gente grande”.

Savian enumera 3 dicas para quem quer se dar bem na conquista:

1-    Antes de qualquer coisa, trate-se bem, investindo em boa aparência e bem estar tanto físico quanto emocional;

2-    Perceba bem a pessoa que está paquerando. Cada um é único e você deve saber o que a pessoa precisa. Coloque-se como uma ótima alternativa para a vida dela;

3-    Tenha jogo de cintura, presença de espírito, bom humor e não perca as oportunidades quando elas aparecerem

Já Daniel Madeira, autor de três livros sobre o tema: “Personal Paquera para Homens”, “Personal Paquera para Mulheres” e “Método Alpha de Sedução”, desvenda nesse teste, pequenos sinais que podem levar sua abordagem à glória ou ao fracasso. Experimente!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: